João Sousa: «Saio de cabeça erguida, tentei tudo por tudo»

O resultado não foi o desejado, mas João Sousa deixa Monte Carlo, Mónaco, conciente que de tudo fez para conquistar a vitória diante de Benoit Paire, esta quarta-feira, num encontro em que estava em causa a sua melhor classificação de sempre (32.ª) e a presença inédita nos oitavos-de-final em provas Masters 1000.

“Penso que joguei a um bom nível, especialmente no primeiro set”, começou por analisar o número um nacional e 34.º mundial. “Penso que a grande diferença foi nos momentos importantes e decisivos, em que ele foi superior a mim e foi melhor do que eu. Tenho de lhe dar os parabéns porque ele fez um excelente encontro”, acrescentou.

Quanto ao que saiu da sua raquete, o pupilo de Frederico Marques diz-se satisfeito com a forma como se exibiu. “Fiz um bom encontro. Tive algumas oportunidades, no primeiro set, liderei 4-2, 0-30… e alguns pontos caíram para o lado dele. Saio de cabeça erguida, tentei tudo por tudo para vencer. Agora é continuar a preparação para o próximo torneio”.

O jogador natural de Guimarães disputa já na próxima semana o ATP 500 de Barcelona.