João Sousa: «É sempre bom fazer uma meia-final depois de tanto tempo sem jogar em terra batida»

João Sousa falhou este sábado o acesso à final do ATP 250 de Marraquexe. Num dia de jornada dupla, graças à chuva que se fez sentir na sexta-feira, o número um nacional perdeu frente ao espanhol Pablo Andujar, pelos parciais de 6-4 e 6-4.

Em declarações no final do encontro, o tenista vimaranense lamentou o desaire. “Infelizmente não consegui vencer o encontro das meias-finais. Foi um jogo no qual não me senti bem, as condições estavam diferentes dos outros dias, a bola estava mais pesada e ficava mais difícil para criar dano. Não tive boas sensações ao longo de todo o encontro mas também há mérito para o Andujar, que fez um bom jogo e esteve bem taticamente, enquanto que eu não. Mentalmente estive bem mas fisicamente não estive no meu melhor”.

Depois de mais uma semana de bom ténis é tempo de descansar para voltar ainda mais forte. “Depois de ter estado tanto tempo sem jogar em terra batida é sempre bom fazer uma meia-final. Agora é descansar, recuperar e continuar a trabalhar para os próximos torneios que se avizinham”, concluiu Sousa, que vai voltar a dar mais um salto no ranking.