João Sousa: «Agora é tempo de preparar aquele que é para mim o melhor ATP 250 do Mundo»

João Sousa, número um português e 34.º do ranking mundial, fez a análise do embate da segunda ronda do ATP 500 de Barcelona, no qual saiu derrotado pelo espanhol e bicampeão do Estoril Open, Albert Montanes, em parciais diretos. Em declarações enviadas pela sua assessoria de imprensa, o vimaranense de 27 anos admitiu não ter jogado o seu melhor ténis.

“Não estou contente com a minha prestação de hoje. No início do primeiro set tive algumas dificuldades físicas que se calhar me impossibilitaram de jogar a cem por cento, mas não quero que sirva de desculpa. Não fiz um bom encontro, não joguei ao nível que desejava e portanto não estou contente com a minha prestação”, começou por dizer Sousa, que cedeu por 6-1 e 6-3, em 71 minutos.

“Ele jogou bem, foi aumentando o nível de jogo conforme o desenrolar do encontro e portanto só lhe tenho de dar os parabéns pela sua prestação”, elogiou o pupilo de Frederico Marques, antes de se debruçar sobre o seu próximo torneio, o Millennium Estoril Open, que tem início já no próximo sábado com o arranque da fase de qualificação.

“Agora é tempo de preparar aquele que é para mim o melhor ATP 250 do Mundo, que é no Estoril. A jogar em casa, é sempre fundamental ter o apoio do público. Estou com vontade de jogar a um bom nível, o meu melhor ténis e, obviamente, tentar fazer uma boa prestação no Millennium Estoril Open. Agora é descansar e poder estar a cem por cento na próxima semana”, rematou Sousa, que é um dos cabeças de série no Estoril.