ITF revela plano com transformações HISTÓRICAS para a Taça Davis a partir de 2019

É a notícia do dia. O formato atual da Taça Davis pode deixar de existir. Depois de várias personalidades terem dado a sua opinião sobre uma possível mudança da competição de seleções, eis que a partir de 2019, tudo pode vir a ser diferente.

O ITF anunciou um acordo de 25 (!) anos e uma parceria de três biliões de dólares com a Kosmos, um grupo de investimento, com o objetivo de transformar a Taça Davis. Desta feita, a competição seria jogada no final da temporada, em novembro, durante 7 dias e entre dezoito seleções, num local a ser anunciado. A principal ideia é ser um evento semelhante ao Mundial de futebol, passando assim a haver uma fase de grupos, bem como os quartos-de-final, meias-finais e final. Cada eliminatória vai ser jogada com dois encontros de singulares e um de pares, à melhor de três sets.

Gerard Piqué, jogador do Barcelona, é o fundador e o Presidente da Kosmos, dando seguimento às suas pretensões em revolucionar a Taça Davis. A decisão vai ser tomada em agosto, em Orlando, na reunião anual do ITF, sendo que será este novo formato será aprovado se existirem dois terços dos votos.