Isner: «Estou a jogar o melhor ténis da minha vida aos 33 anos»

Um dos maiores jogadores do circuito, com dois metros e oito, fez-se verdadeiramente gigante dentro do court, para se qualificar para as primeiras meias-finais da carreira em torneios do Grand Slam. John Isner só podia estar orgulhoso do que feito alcançado.

“Estou muito feliz, estou a jogar o melhor ténis da minha vida aos 33 anos. Estou nas meias-finais, é incrível, este é o melhor Grand Slam da minha carreira”, disse o norte-americano, após bater Milos Raonic em quatro sets.

Segue-se Kevin Anderson, o grande protagonista da jornada de ontem, que bateu Roger Federer em cinco partidas. Esperam-me uma meia-final muito duro, é uma meia-final de um Grand Slam”, sublinhou Isner.