Inês Murta é eliminada e Óbidos fica sem portuguesas em singulares

Inês Murta, 634.ª do ranking mundial e número dois nacional, viu a sua caminhada terminada no ITF de Óbidos, esta quinta-feira, ao ser eliminada na segunda ronda pela polaca Magdalena Frech, número 187 da classificação, por 3-6 e 1-6.

A jovem algarvia de 20 anos, que na estreia alcançou uma das melhores vitórias do ano (e até da carreira) não encontrou argumentos para travar a quarta cabeça-de-série da prova portuguesa que se disputa no Bom Sucesso Resort e distribui 25 mil dólares em prémios monetários.

Murta, que vai continuar em Óbidos para o ITF da próxima semana, era a única representante nacional no quadro de singulares, depois dos deslizes de Maria João Koehler, Francisca Jorge e Maria Inês Fontes.