Venus Williams-Jelena Ostapenko: Um duelo de gerações para a história

Não há outra forma de o catalogar. O duelo entre Venus Williams e Jelena Ostapenko vai ser um autêntico confronto de gerações. De um lado uma das mais veteranas do circuito, do outro umas das maiores promessas (certezas?) da modalidade, num encontro que pode também ficar para a história, mas já lá vamos.

Para chegar aos quartos-de-final de Wimbledon, a norte-americana não precisou de muito tempo. Bastou 1h04 de jogo para Venus Williams ‘despachar’ a jovem croata Ana Konjuh, com parciais de 6-3 e 6-2. Igualmente em dois sets, mas com mais dificuldades, Jelena Ostapenko bateu a quarta cabeça-de-série Elina Svitolina por 6-3 e 7-6(6), selando o triunfo apenas ao fim de oito match-points.

Desta forma, confirma-se o tal confronto de gerações entre a mais velha quartofinalista em Wimbledon desde 1994, Venus Williams de 37 anos, e uma das estrelas emergentes do circuito, Jelena Ostapenko de 20. Mas há mais, com esta vitória, a letã tornou-se na primeira nova campeã de Grand Slams, desde Kim Clijsters em 2005, a chegar aos quartos-de-final do major exatamente a seguir. Por outro lado, caso derrote Ostapenko, Venus iguala a sua irmã Serena Williams no ranking de vitórias em Wimbledon, com 86.

Ou seja, números e curiosidades não faltam para apimentar ainda mais um duelo que tem tudo para ser uma das maiores atrações da edição deste ano do torneio de Wimbledon.

Sobre o autor
-

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *