Outra vez ele! Federer faz exibição monumental, vinga-se de Raonic e está nas ‘meias’ pela 12.ª vez

Um ano depois de perder com Milos Raonic nas meias-finais de Wimbledon, naquele que viria a ser o seu último encontro da temporada, Roger Federer, de volta ao seu melhor, vingou esta quarta-feira essa derrota ao bater o canadiano por 6-4, 6-2 e 7-6(4), em 1h58, rumo às meias-finais de Wimbledon pela 12.ª vez – um recorde absoluto.

Federer jogou de maneira simplesmente perfeita nos dois primeiros sets, impondo toda a qualidade do seu ténis e disparando winners um pouco por todos os lados, mas acabou por enfrentar alguma réplica do canadiano na terceira partida. Raonic até foi quem esteve mais perto de quebrar nesse parcial, mas o suíço foi mais forte nos momentos importantes, virando de 0-3, com dois mini-breaks abaixo, no tie-break, para vencer o encontro em parciais diretos.

Nas meias-finais de sexta-feira, Federer tem encontro marcado com o checo Tomas Berdych, que o derrotou nos quartos-de-final de 2010 a caminho da sua única final do Grand Slam. Apesar disso, é o suíço de comanda o confronto direto por 18-6 e que ganhou os últimos sete encontros seguidos, incluindo dois em 2017.

Sobre o autor
- Artigo escrito ou editado pela equipa de redação.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *