Murray sobre Fognini: «Quando está inspirado é muito difícil de ser superado»

Andy Murray parece estar livre de qualquer lesão e pronto para defender ao máximo o seu título. Depois de ter dito dias antes do início do torneio que não sabia se estaria a 100% para Wimbledon, a verdade é que o número um mundial tem estado em grande forma e já está na terceira ronda no All England Club após derrotar o alemão Dustin Brown.

Em conferência de imprensa após o final do encontro, Murray mostrava-se muito satisfeito com o seu nível de jogo. “Joguei muito bem do princípio ao fim. Servi bastante bem e não cometi muito erros não forçados. Defrontei um tenista perigoso que me fez suar em algumas partes durante o primeiro set”, admitiu o britânico.

Concluído mais um encontro, o campeão em título vai enfrentar o sempre perigoso Fabio Fognini. Para Murray, o italiano é um adversário que requer muita atenção. “Fabio é muito perigoso. Trabalha muito bem as suas pancadas, tem uma boa direita e tem estado muito assertivo nas subidas à rede. Quando o Fognini está inspirado é muito difícil de o superar”, afirmou.

Sobre o autor
-

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.