[Vídeo] Djokovic só parou de aplaudir Schwartzman depois do argentino abandonar o court

Novak Djokovic foi fortemente testado por Diego Schwartzman, esta sexta-feira, tendo precisado de jogar cinco sets para garantir a continuidade na terra batida de Roland Garros, mas, na hora da despedida, o sérvio mostrou que o ténis pode ter ainda mais encanto quando se reconhece e se dá o mérito devido ao adversário.

Após um caloroso abraço à rede partilhado com o argentino, 41.º da classificação, o campeão em título juntou-se ao público do Philippe Chatrier nos aplausos, como forma de celebrar a louvável exibição de Schwartzman, e só se concentrou nas suas tarefas pós-encontro quando o seu adversário abandonou o court.

“Quero dar os parabéns ao Diego, ele jogou muito, muito bem”, elogiou Djokovic, no seu muito competente francês, durante a entrevista em court.

Sobre o autor
- Descobriu o que era isto das raquetes apenas na adolescência, mas a química foi tanta que a paixão se mantém assolapada até hoje. Pelo meio ficou uma licenciatura em Jornalismo na Escola Superior de Educação de Viseu e um Secundário dignamente enriquecido por cadernos cujas capas ostentavam recortes de jornais de Lleyton Hewitt. Entretanto ganhou (algum) juízo, um inexplicável fascínio por esquerdas paralelas a duas mãos e um lugar no Bola Amarela. A escrever por aqui desde dezembro de 2013.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *