CONFIRMADO: US Open avança com cronómetro em court no quadro principal já em 2018

O início de uma era: o US Open, último Grand Slam da temporada, será o primeiro grande torneio da história a contar com um cronómetro em court durante o quadro principal, que contará o tempo entre pontos de cada jogador. Quando o cronómetro ultrapassar os 25 segundos, o árbitro de cadeira poderá (e deverá) atribuir uma advertência por abuso de tempo… ao servidor.

Segundo o ‘New York Times’, o US Open vai ainda forçar a regra – já aplicada no Australian Open – que dá apenas um minuto aos jogadores entre a entrada em court e o início do aquecimento e mais outro minuto entre o final do aquecimento e o primeiro ponto disputado, evitando momentos mortos e atrasos dos jogadores. Quem violar essa regra pode pagar até… 20 mil dólares!

O US Open testou o cronómetro na fase de qualificação em 2017 (e também nos juniores), numa experiência que se crê ter sido positiva.

Sobre o autor
- Artigo escrito ou editado pela equipa de redação.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *