Será que Bernard Tomic merece um wild card para o Australian Open? Hewitt duvida

Bernard Tomic está a ter uma época para esquecer. O tenista australiano apresenta-se longe do nível demonstrado em anos anteriores e têm sido muitas as polémicas nas quais tem estado envolvido. Atualmente no 144.º lugar do ranking ATP, o jogador de 24 anos precisa de um wild-card, se quiser marcar presença no “seu” Open da Austrália, o primeiro Grand Slam da temporada de 2018.

No entanto, depois de tudo aquilo que Tomic fez – ou não fez – neste ano de 2017, nem todos parecem acreditar num convite da organização para o quadro principal. Lleyton Hewitt, ex-número um mundial e atual capitão da seleção australiana, não acredita nessa possibilidade.

“No final do dia, ele ainda tem que trabalhar bastante no duro. Tem que treinar muito dentro do court, mas também fora dele para melhorar e, espero, que assim consiga estar pronto para jogar o verão australiano”, referiu Hewitt numa entrevista ao Sydney Morning Herald.

 

Sobre o autor
-

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *