Roland Garros aprovou finalmente o projeto de expansão. Veja como vai ficar

A paralisação das obras do novo estádio ténis adjacente ao court principal de Roland Garros, o Philipp Chatrier, terminou esta segunda-feira, após decisão tomada em Conselho de Estado francês.

A decisão de bloquear a construção de um novo recinto, com capacidade para 5.000 lugares, nos jardins ‘Serres d’Autueil’ – a sul de Paris – foi tomada em março, após um tribunal administrativo considerar que teria um impacto negativo num local botânico datado do século XIX.

O estádio de Roland Garros é o mais pequeno dos quatro ‘Grand Slams’ e, em tempo de chuva milhares de adeptos congestionam a parte coberta das bancadas.

O custo das obras de expansão do complexo de Roland Garros – estimado em 350 milhões de euros  – tem sido alvo de críticas por parte de várias associações locais. Todavia, as obras prosseguirão até haver uma reação de um tribunal administrativo, expectável nas próximas semanas.

projeto

Sobre o autor
- Artigo escrito ou editado pela equipa de redação.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *