Nadal de olho na (outra) bola: «É importante para o Real marcar primeiro que a Juventus»

Rafael Nadal tem poucas – ou nenhumas – razões para querer arredar os pés da terra, mas, em dia de folga, será certo que os seus olhos vão estar atentamente centrados na relva de Cardiff, País de Gales, onde vai ter lugar a final da Liga dos Campeões, disputada entre a equipa do seu coração, o Real Madrid, e a Juventus.

O espanhol, que completa hoje 31 anos e que ontem conquistou o seu melhor resultado à melhor de cinco sets em terra batida, foi convidado a antever a muito aguardada final, e não foi de modas. “Vai ser um jogo muito renhido”, começou por dizer Nadal após a sua vitória sobre Nikoloz Basilashvili, por 6-0, 6-1 e 6-0, esta sexta-feira.

“Obviamente que tudo pode acontecer. Penso que a Juve não sofreu mais do que três golos em toda a Liga dos Campeões. E o Real Madrid é uma das equipas com mais potencial para marcar golos, e tem uma equipa muito completa em todo o meio-campo defensivo. E, depois, ofensivamente é também muito completa”, destacou.

Para conquistar a 12.ª segunda Liga dos Campeões, o Real Madrid, diz o nove vezes campeão de Roland Garros, tem de ser o primeiro a tomar a iniciativa. “Vai ser um encontro entusiasmante. Acho que é importante para o Real marcar primeiro do que a Juventus, porque defensivamente a Juventus é muito forte. Por isso, se a Juve marcar primeiro, vai ser duro. Mas, ainda assim, o jogo é longo e o Real Madrid tem muito potencial. Tudo pode acontecer. Vai ser equilibrado”, anteviu o maiorquino.

Sobre o autor
-

Descobriu o que era isto das raquetes apenas na adolescência, mas a química foi tanta que a paixão se mantém assolapada até hoje. Pelo meio ficou uma licenciatura em Jornalismo na Escola Superior de Educação de Viseu e um Secundário dignamente enriquecido por cadernos cujas capas ostentavam recortes de jornais de Lleyton Hewitt. Entretanto ganhou (algum) juízo, um inexplicável fascínio por esquerdas paralelas a duas mãos e um lugar no Bola Amarela. A escrever por aqui desde dezembro de 2013.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *