Kevin Anderson prepara-se para ser o mais alto finalista de Grand Slam… da história

É uma curiosidade estatística que, na verdade, deixará poucos surpreendidos. Do alto dos seus 2,03 metros, Kevin Anderson, semifinalista do Millennium Estoril Open, já vai entrar nos livros de história dos torneios do Grand Slam seja qualquer for o desfecho do encontro deste domingo. O sul-africano vai tornar-se no mais alto da história a disputar uma final do torneio da categoria.

Rafael Nadal pode ser o grande favorito à vitória final – pelo menos assim diz a votação que a ATP World Tour tem a decorrer no seu site oficial -, mas é Kevin Anderson a maior estrela de todas, a nível literal, a integrar hoje o lote de protagonistas da final masculina do US Open. O jogador de 31 anos é quase 20 centímetros mais alto do que o seu adversário, pelo que o serviço será certamente uma das suas maiores armas para fazer frente a Rafael Nadal.

De acordo com dados estatísticos da ATP, Kevin Anderson já disparou 487 ases em 48 encontros neste ano. Se incluirmos os dados do US Open, este valor sobre para os 601, uma média de 13.7 por cada encontro disputado.

Sobre o autor
- Licenciado em Jornalismo na Escola Superior de Comunicação Social, em Lisboa. Jornalista da GQ Portugal e colaborador do Bola Amarela desde novembro de 2011, pouco tempo depois de começar a seguir mais atentamente o mundo do ténis. Pretende nunca mais parar.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *