Gonçalo Oliveira sofre derrota pesada e sai de cena na primeira ronda no Cazaquistão

Gonçalo Oliveira, número quatro português e 218.º do ranking ATP, não conseguiu defender o seu estatuto de oitavo cabeça de série e saiu eliminado esta terça-feira, com uma derrota pesada, na primeira ronda do torneio challenger de Shymkent, no Cazaquistão, que distribui 50 mil dólares em prémios monetários.

Num encontro em que se apresentou muito longe do seu melhor, o portuense de 23 anos caiu às mãos do alemão Kevin Krawietz, oriundo da fase de qualificação e 358.º da hierarquia ATP, pelos claros parciais de 6-1 e 6-1, ao cabo de curtos 62 minutos.

Apesar da derrota em singulares, Gonçalo Oliveira mantém-se em prova na competição de pares, ao lado do italiano Lorenzo Giustino. A dupla luso-transalpina apurou-se esta segunda-feira para os quartos de final, onde tem agora pela frente os primeiros cabeças de série, os alemães Kevin Krawietz e Andreas Mies.

Em singulares, Oliveira, treinado pelo seu pai Abílio, deverá permanecer no Cazaquistão para disputar na próxima semana o evento challenger de Almaty, igualmente dotado de 50 mil dólares em prémios monetários.