Gonçalo Oliveira bate ex-número um mundial de juniores e soma 1.ª vitória da carreira em Grand Slam

Gonçalo Oliveira, 221.º do ranking mundial ATP, protagonizou esta segunda-feira à tarde mais um momento marcante na sua carreira, ao carimbar a primeira vitória de sempre em torneios do Grand Slam. A fazer a sua estreia em Paris, o número cinco nacional avançou para a segunda ronda da fase de qualificação de Roland Garros, uma das quatro provas maiores do calendário.

Num encontro sólido e pautado pelo seu maior peso de bola e bom jogo de pés, Oliveira, que começou a disputar eventos do Grand Slam no US Open 2017, em setembro, bateu o australiano Jason Kubler, ex-número um mundial de juniores e 160.º ATP, pelos parciais de 6-2 e 7-5, em 1h41. O portuense ainda viu o opositor encostar no marcador a 6-2, 3-1, mas acabou por ser superior na ponta final.

Na segunda de três rondas da qualificação parisiense, Gonçalo Oliveira mede forças com o vencedor do compromisso entre o alemão Jan Choinski, 261.º do Mundo, e o cazaque Alexander Bublik, 27.º pré-designado.

Recorde-se que esta é a terceira participação de Oliveira em torneios do Grand Slam. Depois da presença no US Open 2017, o pupilo de Abílio Oliveira disputou o qualifying do Australian Open, em janeiro deste ano, onde também cedeu na primeira eliminatória.