Gonçalo Oliveira entra em 2018 com vitória em pares e… mais próximo do top 150 ATP na variante

Gonçalo Oliveira entrou em 2018… com o pé direito. O número cinco português, de 22 anos, não só consolidou esta segunda-feira o seu estatuto de número um nacional de pares, ao subir duas posições até ao 164.º lugar ATP – a um posto do novo máximo de carreira -, como avançou aos quartos de final na variante do torneio challenger de Banguecoque, na Tailândia, ao lado do checo Zdenek Kolar.

Num encontro resolvido em duas partidas, Oliveira e Kolar surpreenderam os terceiros cabeças de série da competição, Toshihide Matsui e Chu-Huan Yi, e triunfaram na eliminatória inaugural pelos parciais de 7-5 e 7-6(7), ao cabo de 1h28 de embate.

Nos quartos de final, a dupla luso-checa encontra os vencedores do compromisso entre os chineses Mao-Xin Gong e Di Wu e o par composto pelo italiano Flavio Cipolla e o cazaque Aleksandr Nedovyesov.

Na vertente de singulares, Gonçalo Oliveira, número 194 da hierarquia ATP e oitavo cabeça de série, estreia-se durante a manhã desta terça-feira frente ao italiano Luca Vanni, ex-top 100 mundial e atual 236.º do Mundo. O encontro deverá ter início às 6h30 de Portugal Continental.

Fotografia: DGW Comunicação