Gastão Elias parte para o US Open: «Vou aproveitar esta semana para os últimos ajustes»

Gastão Elias, número 61 do Mundo, foi eliminado este domingo à noite na primeira ronda do torneio ATP 250 de Winston-Salem, em parciais diretos, e parte agora para Flushing Meadows, onde se vai disputar a partir da próxima segunda-feira o US Open. Mas, na última prova de preparação para o evento do Grand Slam, o jogador natural da Lourinhã não resistiu ao britânico Daniel Evans, 60.º ATP, e caiu por 6-3 e 7-6(3), em 1h16.

“Foi um jogo complicado do início ao fim. Ele é um jogador com muito boas armas para piso rápido, mas mesmo assim consegui contrariar isso. O primeiro set foi decidido pela quebra de um serviço (4-2). No segundo comecei muito bem e assumi o controlo do jogo. Consegui passar para a frente logo desde início, mas não consegui fechar o segundo set e ele esteve muito bem na parte final”, assumiu à sua assessoria de imprensa o atleta do Sporting, que ainda esteve em vantagem por 5-2 na segunda partida.

“Estou cada vez mais adaptado a estas condições, em que não competia há algum tempo, e agora vou aproveitar esta semana para dar os últimos ajustes antes do US Open”, sublinhou Elias que, apesar da derrota em Winston-Salem, admitiu ter feito um “jogo positivo”.

Ainda em prova no ATP norte-americano está João Sousa, número um português e 36.º da hierarquia mundial. Antes de disputar também o US Open, o vimaranense de 27 anos tem de defender o estatuto de 10.º cabeça de série da prova de Winston-Salem, tendo pela frente Yen-Hsun Lu na segunda eliminatória.