Fred Gil: «Não considero o João Sousa um jogador assim tão, tão bom. É muito bom, mas calma»

Fred Gil, ex-número um nacional e 471.º do ranking mundial ATP, vai medir forças este sábado com João Sousa, atual número um português, nas meias-finais do Campeonato Nacional Absoluto/Taça Guilherme Pinto Basto 2017, num encontro que, segundo o sintrense, será uma final antecipada.

“Considero que vai ser um bom jogo. O João ontem não fez uma grande exibição, na minha opinião, mas hoje melhorou bastante. Portanto, está a subir. Eu fiz um jogo muito bom, hoje mantive. De certa forma, considero-me um bocadinho mais estável esta semana, mas isso não quer dizer nada. Eu vou dar tudo, tentar ganhar. Considero que vai ser uma final antecipada”, começou por dizer Gil em conferência de imprensa.

“Lembro-me dos encontros anteriores que joguei com o João. Nunca perdi com ele, ganhei os dois jogos. É um jogo que encaixa muito bem no meu, mas nunca se sabe”, referiu Fred Gil, que explicou o que vai fazer para tentar neutralizar o poderio do vimaranense.

“Vou fazer o meu jogo. Não acho que o João jogue assim tão agressivo. Ele cria pressão pelo ritmo que põe, mas não é uma bola destruidora. Ele acaba por ganhar muito pela consistência. Não larga o osso, há de estar ali a lutar, estando bem ou mal. Aqui ou ali, vai puxando pelo serviço, direita, e vai mudando um bocadinho o jogo”, referiu Gil. “Também não o considero um jogador assim tão, tão bom. É muito bom, mas calma”, rematou.

Recorde-se que Fred Gil e João Sousa jogam este sábado às 12 horas… no court João Sousa.

Fotografia: Jorge Cunha/AIFA