[Vídeo] Aquele momento em que Kyrgios duvida da nossa palavra… e da do próprio Coric

Consegue reconhecer um jogador apenas pelo som que faz quando bate na bola? Sem recear negas, voltámos a desafiar os protagonistas desta edição do Millennium Estoril Open, e as respostas, essas, há-as para todos os gostos.

Um confiante Gastão Elias brindou-nos com um imediato “fácil”, mas nem todos demonstraram a (aparente) valentia do número dois nacional. Pedro Sousa admitiu ser “fraquíssimo” e até João Sousa soltou um “péssimo” durante o desafio. Mas porque fora do court a conversa é outra, os erros deram-nos algum jeito.

Bem-humorado, mas teimoso, revelou-se Nick Kyrgios, que recusou-se a acreditar na nossa palavra e nos contradisse pronta e expressamente.

Sobre o autor
- Descobriu o que era isto das raquetes apenas na adolescência, mas a química foi tanta que a paixão se mantém assolapada até hoje. Pelo meio ficou uma licenciatura em Jornalismo na Escola Superior de Educação de Viseu e um Secundário dignamente enriquecido por cadernos cujas capas ostentavam recortes de jornais de Lleyton Hewitt. Entretanto ganhou (algum) juízo, um inexplicável fascínio por esquerdas paralelas a duas mãos e um lugar no Bola Amarela. A escrever por aqui desde dezembro de 2013.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *