Um dia perfeito para Nadal aos 20 anos: «Nada de sexo»

Aos 20 anos, Rafael Nadal já tinha conquistado dois títulos em Roland Garros, já tinha e sido finalista em Wimbledon e já andava pelo circuito profissional há um bom par de anos para saber exatamente o que queria da vida. Razão pela qual as respostas aos jornalistas não mereciam por parte do atual número um mundial grande hesitações.

Foi precisamente isso que ficou provado durante o torneio de Hamburgo, em 2007, quando Nadal falava sobre o que fazer durante um dia perfeito com o ‘Sunday Times’. Nos planos estava uma sessão de pesca num dia de verão, com os seus tios, um bom prato de peixe, seguido de uma ida ao futebol e, para terminar, uma festa com os amigos. E mais? “Nada de sexo”, apressou-se Nadal a dizer.

“O sexo é importante na vida, mas num dia perfeito não haveria tempo para sexo”, revelou o campeão de 16 títulos do Grand Slam, que já na altura namorava com Maria Francisca Perello, com quem tenciona casar depois de terminar a carreira.

Sobre o autor
- Artigo escrito ou editado pela equipa de redação.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *