Ex-top 5 mundial recorda os abusos do pai: «Batia-me e cuspia-me!»

Jelena Dokic, antiga top 5 mundial, detalhou na sua recente autobiografia os (muitos) anos de abuso sofridos às mãos do pai, Damir Dokic, que exercia também funções de mentor desportivo da tenista.

A jogadora nascida na sérvia mas de nacionalidade australiana contou como tudo começou. “Foi no dia em que peguei numa raquete de ténis, quando tinha seis anos e durou até aos 19. Batia-me muito. Foi uma espiral negativa”, referiu, em entrevista ao jornal ‘Sunday Telegraph’.

O livro refere que o pai, Damir Dokic, lhe batia com tamanha força que a tenista chegou a perder os sentidos, batendo-lhe também com um cinto após más exibições dentro do court. Segundo o livro, o pai do jogador cuspia-lhe, puxava-lhe o cabelo, pontapeava a tenista nas canelas e exercia também abusos verbais.

Jelena Dokic tem agora 34 anos e está a tentar recuperar a qualidade de vida (e a saúde) depois de ter engordado mais de 30 quilos ao longo dos últimos cinco anos.

Sobre o autor
-

Artigo escrito ou editado pela equipa de redação.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *