Gastão Elias dá espetáculo e segue para a segunda ronda do Millennium Estoril Open

Foi o apoio do público, foi o ténis que chegou a roçar a perfeição e foi, claro está, o suado triunfo que o empurra para a segunda ronda do Millennium Estoril Open 2017. Gastão Elias teve um dia em cheio, em dia de casa cheia, justamente, ao derrotar o tunisino Malek Jaziri, 68.º do ranking mundial ATP, pelos parciais de 6-4, 3-6 e 6-3.

O número dois nacional entrou aos soluços, sofrendo o break logo que teve o serviço do seu lado, ficando a perder por 0-3, mas alinhou de seguida quatro jogos consecutivos, curiosamente numa altura em que alguns jogadores do Sport Lisboa e Benfica entraram no Estádio Millennium.

Fechada a primeira partida, o segundo melhor jogador nacional e 107.º do ranking ATP, não conseguiu manter o nível e deixou escapar o segundo set. Empurrado pelo forte apoio do público, que aumentou à medida que o encontro se aproximava do fim, Elias chegou ao break no quarto jogo e, apesar da forte resistência do tunisino de 33 anos no 4-2, não mais deixou fugir a liderança.

Para conhecer o seu adversário da segunda ronda da prova ATP 250 nacional, Elias precisa de esperar pelo vencedor do encontro entre Nicolas Almagro e Benoit Paire. Frederico Silva entra em court de seguida para tentar vencer Dennis Istomin e juntar-se a Gastão na segunda segunda fase. Amanhã será a vez de João Sousa, Pedro Sousa e João Domingues entrarem em ação.

Sobre o autor
- Descobriu o que era isto das raquetes apenas na adolescência, mas a química foi tanta que a paixão se mantém assolapada até hoje. Pelo meio ficou uma licenciatura em Jornalismo na Escola Superior de Educação de Viseu e um Secundário dignamente enriquecido por cadernos cujas capas ostentavam recortes de jornais de Lleyton Hewitt. Entretanto ganhou (algum) juízo, um inexplicável fascínio por esquerdas paralelas a duas mãos e um lugar no Bola Amarela. A escrever por aqui desde dezembro de 2013.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *