Federer: «As últimas semanas foram aborrecidas. Estou ansioso por voltar»

Falta um dia para o regresso de Roger Federer à competição. O suíço, que escolheu novamente disputar o ATP 250 de Estugarda como primeiro torneio de relva da temporada, vai procurar regressar ao à liderança do ranking mundial, ainda que o seu principal objetivo seja a preparação para o torneio de Wimbledon.

Em conferência de imprensa, o tenista de 36 anos admitiu ter sentido falta da competição. “Vou-me esforçar para chegar o mais longe possível. Vai ser o meu primeiro encontro em muito tempo e vai ser importante para mim. A verdade é que estes meses passaram depressa e, em alguns momentos, queria ter mais tempo mas as últimas semanas foram aborrecidas. Estou ansioso por competir”, comentou.

Federer falou também sobre aquilo que fez nos seus tempos livres e deixou uma garantia. “Tivemos umas férias muito boas em família e a viagem a Zâmbia com a minha Fundação foi genial. Não me descuidei em nenhum momento em relação à minha preparação. Treinei muito e fiz um grande trabalho de ginásio”.