Kyrgios exibe t-shirt anti-Trump depois de bater Nadal

Expressivo como só ele sabe ser, Nick Kyrgios é o tipo de jogador que encontra forma de dizer o que entende mesmo sem precisar de abrir a boca. Esta segunda-feira, depois de bater Rafael Nadal em quatro partidas no evento-exibição “Austrália Contra o Mundo”, disputado com base nas regras Fast4tennis, o australiano de 21 anos revelou de maneira criativa qual é a sua opinião relativamente ao recém-eleito presidente dos Estados Unidos.

Kyrgios surgiu junto dos jornalistas, em Sydney, a envergar uma t-shirt com a cara de Donald Trump diabolicamente alterada ao peito. Por baixo da imagem, podia ler-se “F*ck Donald Trump”. Convidado a falar sobre o assunto, o número 14 mundial não se alongou: “É bastante esclarecedor”.

Segundo o The Sunday Morning Herald, Kyrgios regressou aos balneários para mudar de t-shirt, tendo assistido ao embate entre Dominic Thiem e o seu compatriota Bernard Tomic já com o emblema da Nike ao peito.

Sobre o encontro com Nadal, o jogador de Camberra disse ter ficado manifestamente satisfeito com a forma como se sentiu, já que a lesão no joelho, contraída a jogar basquetebol durante a pé-época, era motivo de alguma apreensão.

“Comecei a sentir um pouco o joelho lá mais para o final, mas tinha de o testar [o joelho] hoje”, disse Kyrgios. “Se não conseguisse jogar [com as regras] Fast4, então não ia ser nada bom jogar um Grand Slam à melhor de cinco sets. Mas estou satisfeito com a forma como o joelho reagiu. Tenho mais uma série de tratamentos para fazer, acho que estou a melhorar a cada dia que passa”.

Nick Kyrgios a envergar a t-shirt anti-Trump

Sobre o autor
-

Descobriu o que era isto das raquetes apenas na adolescência, mas a química foi tanta que a paixão se mantém assolapada até hoje. Pelo meio ficou uma licenciatura em Jornalismo na Escola Superior de Educação de Viseu e um Secundário dignamente enriquecido por cadernos cujas capas ostentavam recortes de jornais de Lleyton Hewitt. Entretanto ganhou (algum) juízo, um inexplicável fascínio por esquerdas paralelas a duas mãos e um lugar no Bola Amarela. A escrever por aqui desde dezembro de 2013.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *