Qualifying do Estoril Open com Ernests Gulbis e mais jovens talentos

À semelhança do que aconteceu com a lista do quadro principal, a fase qualificação do Millennium Estoril Open vai trazer ao Clube de Ténis do Estoril alguns dos nomes mais sonantes da atualidade. Os jovens Andrey Rublev e Elias Ymer, bem como o talentoso Ernests Gulbis, são alguns dos nomes na lista de jogadores que irão lutar por um lugar no quadro principal do evento, avança a organização nesta terça-feira.

Se no ano passado já referi ser o qualifying de um torneio do ATP World Tour em Portugal mais forte de sempre, o que dizer este ano? A fasquia está ainda mais elevada”, começou por dizer João Zilhão, diretor da prova portuguesa, pelo que vale mesmo a pena ir até ao Clube de Ténis do Estoril no primeiro fim-de-semana para ver ténis de alto nível como aperitivo ideal para o quadro principal”, sublinha João Zilhão, director do torneio. “Tal como no quadro principal, em que apresentamos o elenco mais forte das três edições do Millennium Estoril Open, também no qualifying vamos ter o melhor quadro de sempre com cinco elementos do top 100 e um ex-top 10″.

Com a redução das fases de qualificação das provas ATP 250 para apenas 16 jogadores, o cut-off ficou no lugar 175 da classificação (Ernests Gulbis) e portanto não há qualquer português na lista – o mais próximo de entrar é Pedro Sousa, número 212, que está a quatro desistências de ter acesso ao quadro.

“Estão garantidos dois wild cards para tenistas nacionais: um para o melhor representante luso no Cascais NextGen Tour que está a decorrer e um segundo convite para outro português que iremos definir na devida altura”, avançou ainda o João Zillhão.

Lista completa em baixo:

  1. Victor Estrella-Burgos (Rep. Dominicana), 84º
  2. Stéphane Robert (França), 86º
  3. Ernesto Escobedo (EUA), 91º
  4. Renzo Olivo (Argentina), 92º
  5. Taro Daniel (Japão), 96º
  6. Santiago Giraldo (Colômbia), 103º
  7. Bjorn Fratangelo (EUA), 116º
  8. Andrey Rublev (Rússia), 118º
  9. Iñigo Cervantes (Espanha), 132º
  10. Kenny de Schepper (França), 145º
  11. Elias Ymer (Suécia), 155º
  12. Federico Gaio (Itália), 164º
  13. Enrique Lopez-Perez (Espanha), 174º
  14. Ernests Gulbis (Letónia), 175º

ALTERNATES

  1. Nicolas Jarry (Chile), 191º
  2. Tristan Lamasine (França), 195º
  3. Sam Groth (Austrália), 196º
  4. Pedro Sousa (Portugal), 212º
Sobre o autor
-

Licenciado em Jornalismo na Escola Superior de Comunicação Social, em Lisboa. Jornalista da GQ Portugal e colaborador do Bola Amarela desde novembro de 2011, pouco tempo depois de começar a seguir mais atentamente o mundo do ténis. Pretende nunca mais parar.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *