Kyrgios: «É muito especial alcançar em Portugal a minha primeira final»

Ainda que não leve de Portugal o troféu, Nick Kyrgios sai do Millennium Estoril Open com o currículo mais recheado do que chegou, ao alcançar a sua primeira final em torneios ATP na terra batida do Clube de Ténis do Estoril.

“É muito especial alcançar aqui a minha primeira final. Acusei um pouco a pressão hoje mas desfrutei do encontro. Ele jogou muito bem, ele foi bom demais para mim”, confessou o australiano após ceder a final para Richard Gasquet, pelos parciais de 3-6 e 2-6.

Kyrgios, que contou com o seu potente serviço para o livrar de apuros nos restantes embates da prova nacional, admitiu que hoje atuou no Estádio Millennium sem a sua maior arma: “o serviço ajudou-me durante toda a semana mas hoje senti que não servi bem. Bati bem na bola no primeiro set mas no segundo set ele não me deu grandes oportunidades, ele jogou realmente bem”.

Sem nunca ter vencido qualquer encontro em torneios ATP 250 até ter pisado o pó-de-tijolo nacional, o australiano de 20 anos, 46.º do ranking mundial, garante não deixar que a derrota apague a excelente imagem que leva da primeira edição do evento.

“Este torneio é muito divertido, o apoio do público foi incrível e o courts de treino são muito bons. Sim, eu vou voltar”. Promessa registada.

Com este triunfo, Kyrgios, que segue agora para Madrid, onde defronta um Daniel Gimeno Traver na ronda inaugural do Masters 1000 espanhol, fica muito perto de entrar no top-30, estacionando na 33.ª posição da hierarquia mundial.

Sobre o autor
- Descobriu o que era isto das raquetes apenas na adolescência, mas a química foi tanta que a paixão se mantém assolapada até hoje. Pelo meio ficou uma licenciatura em Jornalismo na Escola Superior de Educação de Viseu e um Secundário dignamente enriquecido por cadernos cujas capas ostentavam recortes de jornais de Lleyton Hewitt. Entretanto ganhou (algum) juízo, um inexplicável fascínio por esquerdas paralelas a duas mãos e um lugar no Bola Amarela. A escrever por aqui desde dezembro de 2013.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *