‘Dominator’. Thiem atinge em Roland Garros a primeira final de Grand Slam da carreira

Há muitos anos que prometia e agora… cumpriu: Dominic Thiem, austríaco de 24 anos, é um finalista de Grand Slam. O número oito mundial, há muito considerado um dos melhores jogadores do Mundo — especialmente em terra batida — vai discutir no domingo o título de Roland Garros, aquele que sempre foi o seu torneio favorito.

Semifinalista em 2016 (derrotado por Novak Djokovic) e em 2017 (eliminado por Rafael Nadal), Thiem, que nunca tinha vencido qualquer set nesta fase da competição em anos anteriores, impôs todo o seu favoritismo, ainda que a muito custo, para derrotar o italiano Marco Cecchinato, a grande história do torneio, por 7-5, 7-6(10) e 6-1, em 2h15, num encontro que acaba por ficar marcado por mais um tiebreak épico a envolver o transalpino.

Possante de fundo do court, muito rápido e a servir como poucas vezes se viu, Thiem sufocou o italiano nos momentos decisivos, apesar de Cecchinato ter voltado a fazer um excelente encontro em praticamente todos os departamentos técnico-táticos.

Thiem espera pelo vencedor da segunda meia-final, entre Rafael Nadal e Juan Martín Del Potro.