Djokovic quer justiça e pediu para jogar os quartos-de-final no Court Central

Novak Djokovic, ex-número um do Mundo e campeão de Wimbledon em 2011, 2014 e 2015 — mais do que qualquer outro tenista nesta década, jogou apenas um dos seus quatro primeiros encontros da edição de 2018 do torneio no Court Central, ao contrário dos seus dois maiores rivais – Roger Federer e Rafael Nadal – que ainda não saíram do palco principal.

“Penso que mereço jogar no Central pelo que fiz nos meus primeiros encontros. Fiz um pedido à organização para jogar no Central. Espero que se seja aceite porque ainda só joguei uma vez lá. Nadal e Federer jogaram as quatro”, disparou o sérvio de 31 anos.

O único encontro de Djokovic no Central este ano foi precisamente diante… de um tenista da casa, Kyle Edmund. Esta segunda-feira, o sérvio garantiu que o seu encontro teria sido cancelado caso o duelo entre Gael Monfils e Kevin Anderson tivesse ido a um quinto set.