Djokovic muda de ideias e junta-se a Nadal, Murray, Del Potro e companhia no Queen’s Club

Novak Djokovic, antigo número um mundial, confirmou esta segunda-feira que vai regressar ao ATP 500 do Queen’s Club este ano, pela primeira vez desde 2010. O sérvio de 31 anos, eliminado nos quartos-de-final de Roland Garros diante do italiano Marco Cecchinato, havia colocado em causa a sua participação na temporada de relva na conferência de imprensa pós derrota em Paris.

Djokovic não joga no Queen’s Club desde 2010, ano em que caiu nos oitavos-de-final, mas no ano passado jogou (e venceu) um torneio ATP 250 em relva de preparação para Wimbledon, em Eastbourne, batendo então Gael Monfils na final.

O sérvio junta-se a um elenco de luxo em Londres, que conta ainda com Rafael Nadal, Marin Cilic, Juan Martín Del Potro, Andy Murray, Stan Wawrinka, Grigor Dimitrov, Kevin Anderson, Diego Schwartzman, Nick Kyrgios, Denis Shapovalov e até o campeão em título, Feliciano López.