Djokovic derrota Edmund (e o público) rumo à segunda semana em Wimbledon

Novak Djokovic, ex-número um do Mundo e vencedor de Wimbledon em 2011, 2014 e 2015 — mais do que qualquer outro tenista na década — garantiu este sábado a qualificação para os oitavos-de-final em Londres, ao superar o número um britânico Kyle Edmund num duelo muito equilibrado da terceira ronda.

Num encontro em que o público entrou, como é natural, em jogo, Djokovic deu a volta a uma desvantagem de um set para eliminar o britânico de 23 anos por 4-6, 6-3, 6-2 e 6-4, num encontro em que o sérvio de 30 anos chegou a entrar em picardias não só com os adeptos britânicos mas também com o árbitro, que a certa altura do encontro o prejudicou de forma evidente num break point.

Djokovic regressa aos 16 melhores em Wimbledon, onde vai defrontar o russo Karen Khachanov, que está pelo segundo Grand Slam seguido nos oitavos-de-final de um Major. Na terceira ronda, bateu o seu contemporâneo norte-americano Frances Tiafoe, finalista do Estoril Open, em cinco sets.