Depois de falhar três controlos, ITF decide despenalizar Cornet

Alize Cornet, atual número 32 do ranking e antiga top 15 mundial, ficou a saber esta terça-feira que foi absolvida pelo tribunal do ITF, depois de ter falhado três controlos antidoping diferentes. Apesar de quando se regista uma prática destas, o atleta ser automaticamente punido como se o controlo fosse positivo, a tenista francesa conseguiu ser ilibada.

A decisão do tribunal terá tido como base o facto de Cornet ter demonstrado existir uma falta de comunicação entre a própria e os responsáveis. Terminada a polémica, tudo indica que a gaulesa marque presença em Roland Garros, o segundo Grand Slam da temporada.