Del Potro não resiste a Kohlschreiber e Thiem encara amigo Zverev

Juan Martín Del Potro falhou esta sexta-feira o acesso às meias-finais do seu primeiro torneio de terra batida em mais de três anos, ao cair nos quartos-de-final do torneio de Munique, prova que o argentino escolheu para regressar ao pó de tijolo, em detrimento do Millennium Estoril Open.

Num encontro sem grande história, a Torre de Tandil tombou facilmente diante do alemão Philipp Kohlschreiber, por 6-4 e 6-1, em apenas 81 minutos. Esta foi a primeira vitória em sete encontros do alemão sobre o argentino, confirmando o bom momento de forma que já havia sido provado a semana passada, com as meias-finais em Barcelona.

Nas meias-finais de Munique, Kohlschreiber vai medir forças com Fabio Fognini, que parece finalmente de regresso aos bons resultados. O italiano, já recuperado de lesão, precisou de duas horas para bater o lucky loser Jozef Kovalik, número 139 ATP, por 6-2, 3-6 e 7-5.

A outra meia-final em Munique será disputada entre dois dos mais talentosos (e populares) jovens do circuito ATP: Dominic Thiem e Alexander Zverev. O austríaco bateu com dificuldade o croata Ivan Dodig, por 6-4, 4-6 e 6-3, para somar a sua 28.ª vitória de 2016 (igualando Djokovic nessa capítulo) e o alemão alcançou mais uma brilhante vitória a somar a todas as outras esta temporada, superando David Goffin, primeiro cabeça-de-série, por 6-3, 4-6 e 6-3, em 2h23.

“Estou muito contente por defrontar o Dominic, porque somos muito amigos, passamos muito tempos juntos e tenho a certeza que esta é a primeira de muitas batalhas que vamos ter”, admitiu Zverev no final do encontro.