Como McEnroe lidaria com o SABR de Federer: «Tentava acertava-lhe na cabeça com toda a força»

John McEnroe foi desafiado a dizer de que forma lidaria com o SABR – “Sneak Attack By Roger” – enquanto comentava para a BBC o encontro de Roger Federer e o alemão Jan-Lennard Struff na terceira ronda do torneio de Wimbledon e, como seria de esperar, o a lenda norte-americana aceitou o desafio de pronto.

“O que eu faria era bater a bola o mais baixo possível para o forçar a fazer um volley, e eu tentaria bater a bola com toda a força em direção à sua cabeça”, disse McEnroe, com o seu jeito trocista. Depois da vitória que lhe garantiu a passagem aos oitavos-de-final do Grand Slam inglês, Federer revelou que é uma pancada que não é uma pancada que não perca muito tempo a praticar.

“Não é o tipo de pancada que treine com os outros jogadores. Só posso treinar com o meu treinador. Por isso é que tenha andado desaparecida. Mas quando o faço, fico entusiasmado. Penso, ‘até podia fazer isto outra vez’. Mas tenho sempre de me certificar do marcador. Estou satisfeito por tê-lo feito, e sempre que isso acontece, como vocês dizem, há sempre um burburinho à minha volta”.

“É sempre uma opção para mim, seja nos treinos, seja nos encontros. O plano é entreter e fazer com que as coisas funcionem. Estou sempre à procura de novas formas de ganhar o ponto”, concluiu.