Carreño Busta: «Ainda tenho muito que aprender…»

Se há coisa que se sabe sobre Pablo Carreño Busta, é o seu talento para o ténis e a sua humildade. O campeão do Millennium Estoril Open tem estado a fazer duas grandes semanas em Nova Iorque, e só foi travado nas meias-finais do US Open por Kevin Anderson.
Ainda assim, Carreño Busta confessa que ainda tem muito que aprender, e melhorar o seu jogo: “Foi um bom encontro em que Kevin jogou muito bem, ele serviu sempre muito bem e também respondeu bem ao meu serviço o tempo todo, ele jogou sempre agressivo. Chegar às meias-finais aqui é um grande resultado para mim, mas agora tenho de continuar a aprender e concentrar-me em melhorar o meu jogo.”
Quanto à final entre Kevin Anderson e Rafael Nadal, Pablo Carreño Busta não acredita num resultado unidirecional: “O Kevin não tem nada a perder na final. Se jogas contra o Rafa não és o favorito, tens de apostar tudo.”
Caso Rafa Nadal seja o grande vencedor do US Open, então Pablo Carreño Busta entra no top 10 do ranking ATP pela primeira vez na carreira.