Azarenka: «As tenistas que são mães e regressam ao circuito devem ter o ranking protegido em, pelo menos, três anos»

Victoria Azarenka não conseguiu dar seguimento às boas prestações e acabou eliminada das meias-finais em Miami perante uma Sloane Stephens que se apresenta num forma brutal, fazendo recordar as prestações que a levaram ao título no US Open.

Terminada a sua participação na prova norte-americana a tenista de 28 anos vai regressar à ‘realidade’ e confessou em conferência de imprensa não ter regresso previsto para os courts, devido à luta pela custódia do seu filho. “Agora vou para Los Angeles e depois vamos ver o que vai acontecer quando chegar. Não faço a mínima ideia de quando vou voltar a competir”, confessou.

Azarenka abordou também os apoios que as tenistas que são mães devem receber. “Fiz chegar a minha recomendação ao Conselho sobre realizar mudanças na política de maternidade no WTA. Creio que o ranking protegido para as mães que regressam deve ser de pelo menos três anos”, referiu a antiga número um mundial.