Romain Barbosa sobe; Federer e Halep de regresso ao segundo posto

ATP

Mais um ano, mais um tenista adicionado à lista de vencedores do Western & Southern Open que não se chama Novak Djokovic. De facto, e à semelhança da edição passada e de ainda outras cinco, o nome que aparecerá como “vencedor” na edição de 2015 do torneio de Cincinnati é o mais comum de todos, o do inigualável Roger Federer.

Vingando a derrota na final de Wimbledon, o antigo número um mundial derrotou o atual líder da hierarquia e regressou ao segundo posto, após ter sido ultrapassado por Andy Murray na passada segunda-feira. Djokovic está agora 400 pontos mais perto do campeoníssimo suíço, mas o sérvio, que desde o Open da Austrália (inclusive) tem alcançado a final em todos os torneios que participa, mantém-se com uma larga vantagem sobre toda a concorrência, estando a menos de duzentos pontos de alcançar a marca dos 15 mil.

Fora do top10, nota ainda para as subidas de Feliciano López, Alexandr Dolgopolov e Thanasi Kokkinakis. Os dois primeiros foram, respetivamente, quarto (derrotando Rafael Nadal pelo caminho) e semi-finalistas, ao passo que o australiano “furou” o qualifying para alcançar a segunda ronda no Ohio.

1. (1) Novak Djokovic (Sérvia), 14.865 pontos
2. (3) Roger Federer (Suíça), 9.065 pontos
3. (2) Andy Murray (Grã-Bretanha), 8.840 pontos
4. (4) Kei Nishikori (Japão), 6.205 pontos
5. (5) Stan Wawrinka (Suíça), 5.710 pontos
6. (6) Tomas Berdych (Rep. Checa), 5.230 pontos
7. (7) David Ferrer (Espanha), 3.695 pontos
8. (9) Rafael Nadal (Espanha), 3.680 pontos
9. (8) Marin Cilic (Croácia), 3.550 pontos
10. (10) Milos Raonic (Canadá), 2.880 pontos

18. (23) Feliciano López (Espanha), 1.665 pontos
39. (66) Alexandr Dolgopolov (Ucrânia), 1.115 pontos
70. (79) Thanasi Kokkinakis (Austrália), 709 pontos


WTA

No torneio feminino, foi mesmo a número um mundial Serena Williams a sair por cima na grande final, ao levar de vencida Simona Halep no passado domingo. A chegada ao jogo decisivo da competição foi suficiente para a romena ser a tenista imediatamente a seguir a Serena em vésperas do início do Open do Estados Unidos; porém, a atual detentora dos quatro títulos do Grand Slam continua com mais do dobro da pontuação da vice-líder, ela que é a segunda tenista do top100 com menos torneios disputados – 15, tantos como Victoria Azarenka, de regresso ao top20, e mais um que Shuai Peng, que desce hoje seis posições.

Ainda dentro do lote das dez melhores, destaque também para a troca de posição entre Caroline Wozniacki e Petra Kvitova e ainda para a subida de Ana Ivanovic, após uma descida de três lugares na semana transacta.

De resto, nota para duas jovens de vinte anos – que, curiosamente, completam vinte e uma primaveras em dias consecutivos do próximo mês -, Elina Svitolina e Anna Karolina Schmiedlova, respetivamente, semi e quarto-finalistas em “Cincy”. No caso da eslovaca, o seu 32º posto esta semana, que lhe assegura o estatuto de pré-designada em Flushing Meadows, é um novo máximo da sua carreira.

1. (1) Serena Williams (EUA), 12.721 pontos
2. (3) Simona Halep (Roménia), 6.130 pontos
3. (2) Maria Sharapova (Rússia), 6.035 pontos
4. (5) Caroline Wozniacki (Dinamarca), 4.735 pontos
5. (4) Petra Kvitova (Rep. Checa), 4.526 pontos
6. (6) Lucie Safarova (Rep. Checa), 3.550 pontos
7. (9)  Ana Ivanovic (Sérvia), 3.500 pontos
8. (7) Karolina Pliskova (Rep. Checa), 3.335 pontos
9. (8) Garbiñe Muguruza (Espanha), 3.315 pontos
10. (10) Carla Suárez Navarro (Espanha), 3.190 pontos

17. (20) Elina Svitolina (Ucrânia), 2.530 pontos
32. (41) Anna Karolina Schmiedlova (Eslováquia), 1.451 pontos


Portugueses

Numa atualização de rankings em que nenhum dos principais jogadores lusos sobe – e dos que mantêm a sua posição, nenhum está presente nos quinhentos primeiros -, Romain Barbosa é a agradável exceção. O tenista nascido na localidade belga de Sambreville viu os pontos relativos à sua vitória no Future de Koksijde (outra cidade do país do chocolate) serem adicionados nesta segunda-feira, o que lhe permite escalar 77 lugares e regressar ao top500, ele que foi 296º há menos de um ano.

46. (44) João Sousa, 986 pontos
186. (184) Gastão Elias, 258 pontos
255. (253) Rui Machado, 187 pontos
297. (292) Frederico Ferreira Silva, 156 pontos
484. (561) Romain Barbosa, 76 pontos
509. (502) João Domingues, 71 pontos
521. (518) Frederico Gil, 68 pontos


Portuguesas

Mais uma semana em que não há qualquer alteração na pontuação das tenistas portuguesas. Michelle Larcher de Brito mantém a sua posição, duas jogadores sobem e três descem neste penúltimo update de Agosto.

168. (168) Michelle Larcher de Brito, 306 pontos
793. (789) Inês Murta, 17 pontos
810. (806) Maria João Koehler, 16 pontos
922. (924) Joana Valle Costa, 11 pontos
1122. (1116) Mafalda Fernandes, 6 pontos
1231. (1232) Maria Palhoto, 3 pontos

Sobre o autor
-

Licenciado em Ciências da Engenharia – Engenharia Física. Estudante de Mestrado em Engenharia Física Tecnológica no Instituto Superior Técnico. Membro da equipa desde maio de 2011 e grande entusiasta por ténis.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *