Cibulkova e Khachanov com novos máximos de carreira

Chegou Outubro e chegou a altura dos principais tenistas do mundo voltarem à competição, desta feita no maior continente do mundo; não obstante, os torneios da semana passada já contaram com a presença de alguns dos integrantes do top10 mundial, em busca dos tão necessários pontos para a a presença nas ATP World Tour Finals, no próximo mês, em Londres.

É o caso de Tomas Berdych, que foi a Shenzhen derrotar Richard Gasquet na final da competição e, assim, colocar-se a pouco mais de trezentos pontos de (re)entrar nos lugares de acesso direto ao antigo “Masters”. Já o tenista francês, sobe uma posição nos Emirates ATP Rankings na atualização de hoje.

O outro evento da semana, também em solo chinês, foi conquistado pelo jovem russo Karen Khachanov, que derrotou Albert Ramos-Vinolas no derradeiro encontro do evento de Chengdu. Ambos estabelecem novos marcos na hierarquia mundial, com destaque para a reentrada do russo nos cem primeiros.

1. (1) Novak Djokovic (Sérvia), 14.040 pontos
2. (2) Andy Murray (Reino Unido), 9.345 pontos
3. (3) Stan Wawrinka (Suíça), 6.365 pontos
4. (4) Rafael Nadal (Espanha), 4.940 pontos
5. (5) Kei Nishikori (Japão), 4.875 pontos
6. (6) Milos Raonic (Canadá), 4.510 pontos
7. (7) Roger Federer (Suíça), 3.730 pontos
8. (8) Gael Monfils (França), 3.545 pontos
9. (9) Tomas Berdych (Rep. Checa), 3.470 pontos
10. (10) Dominic Thiem (Áustria), 3.295 pontos

17. (18) Richard Gasquet (França), 2.030 pontos
27. (31) Albert Ramos-Vinolas (Espanha), 1.470 pontos
55. (101) Karen Khachanov (Rússia), 839 pontos


WTA

Por seu turno, a hierarquia feminina já assiste a alterações no respetivo top10. A de maior destaque é a reentrada da finalista de Wuhan, a popular eslovaca Dominika Cibulkova, que alcança nova classificação máxima ao subir desde o 12º para o 8º posto. Não se pense, no entanto, que a semana passada acabou da melhor maneira para “Domi”; a tenista de 27 anos levou um “corretivo” de Petra Kvitova na final de outro torneio disputado no país mais populoso do mundo, resultado que permite à checa regressar à corrida pelas WTA Finals e escalar cinco lugares no ranking absoluto.

Outras mudanças a registar nas dez primeiras são o regresso de Agnieszka Radwanska ao pódio, por troca com Garbiñe Muguruza, e a subida de Svetlana Kuznetsova (“empurrando”, com a ajuda de Cibulkova, Venus Williams para fora deste lote). Já no outro evento da semana, em Tashkent, Krystina Pliskova mostrou que o talento não foi todo para a irmã Karolina, sai do Uzbequistão com o seu primeiro título do circuito profissional feminino e, também ela, com um novo máximo de carreira assegurado.

1. (1) Angelique Kerber (Alemanha), 8.485 pontos
2. (2) Serena Williams (EUA), 7.050 pontos
3. (4) Agnieszka Radwanska (Polónia), 5.535 pontos
4. (3) Garbiñe Muguruza (Espanha), 5.246 pontos
5. (5) Simona Halep (Roménia), 4.987 pontos
6. (6) Karolina Pliskova (Rep. Checa), 4.340 pontos
7. (10) Svetlana Kuznetsova (Rússia), 3.540 pontos
8. (12) Dominika Cibulkova (Eslováquia), 3.500 pontos
9. (9) Madison Keys (EUA), 3.417 pontos
10. (8) Carla Suárez Navarro (Espanha), 3.330 pontos

11. (16) Petra Kvitova (Rep. Checa), 3.185 pontos
13. (7) Venus Williams (EUA), 3.020 pontos
66. (100) Krystina Pliskova (Rep. Checa), 949 pontos


Portugueses

João Domingues estabelece novo recorde pessoal na hierarquia mundial, ao subir dezassete posições; no sentido oposto, e precisamente uma centena de posições acima, está Frederico Silva, que desce onze lugares. O número um nacional João Sousa mantém-se a fechar o primeiro terço do top100 e as restantes mudanças não implicam qualquer alteração de pontuação.

34. (34) João Sousa, 1.190 pontos
62. (61) Gastão Elias, 801 pontos
207. (210) Pedro Sousa, 265 pontos
280. (269) Frederico Ferreira Silva, 180 pontos
380. (397) João Domingues, 114 pontos
483. (483) André Gaspar Murta, 75 pontos
537. (538) Fred Gil, 62 pontos
539. (540) Gonçalo Oliveira, 62 pontos
743. (740) João Monteiro, 29 pontos
892. (891) Rui Machado, 17 pontos
953. (953) Nuno Deus, 14 pontos


Portuguesas

Semana de subidas para as tenistas lusas, com apenas Maria João Koehler a piorar a sua posição (mas mantendo os mesmos pontos). Michelle Larcher de Brito e Inês Murta escalam, respetivamente, cinco posições, com a segunda a continuar a alcançar novos máximos.

225. (230) Michelle Larcher de Brito, 223 pontos
579. (581) Inês Murta, 42 pontos
747. (744) Maria João Koehler, 22 pontos
1125. (1126) Cláudia Cianci, 6 pontos
1170. (1177) Inês Mesquita, 4 pontos
1240. (1240) Maria Palhoto, 3 pontos

Sobre o autor
- Licenciado em Ciências da Engenharia - Engenharia Física. Estudante de Mestrado em Engenharia Física Tecnológica no Instituto Superior Técnico. Membro da equipa desde maio de 2011 e grande entusiasta por ténis.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *