SHOWTIME EM LONDRES. Murray e Djokovic defrontam-se numa final que vale… tudo

Novak Djokovic, número 2 mundial, qualificou-se este sábado ao final da noite, com grande facilidade, para a final do ATP World Tour Finals, em Londres, juntando-se ao britânico Andy Murray, ao arrasar o japonês Kei Nishikori, quinto do ranking, por 6-1 e 6-1, ao cabo de apenas 1h07.

Com uma exibição a fazer lembrar o Djokovic da primeira metade de 2016, o sérvio de 29 anos marcou duelo com Andy Murray na grande final da prova, que vai entrar para a história por ser a primeira que vai definir simultaneamente o campeão do último grande torneio do ano e a liderança final do ranking mundial.

O escocês procura o primeiro título no ATP World Tour Finals, enquanto Djokovic vai tentar vencer a competição pela sexta vez e recuperar a liderança do ‘ranking’.

Sobre o autor
- Artigo escrito ou editado pela equipa de redação.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *