Rafael Nadal é o primeiro a qualificar-se para o ATP World Tour Finals

A realizar uma das suas melhores temporadas dos últimos anos, Rafael Nadal tornou-se no primeiro jogador a qualificar-se para o ATP World Tour Finals, que reúne uma vez mais em Londres os oito melhores jogadores do ano. O jogador espanhol conquistou neste domingo o décimo título em Roland Garros e com isso já teria garantido a qualificação e termos matemáticos, mas a ATP deu a boa nova apenas nesta terça-feira.

Confirmado em Londres até 2020, o ATP World Tour Finals vai receber Rafael Nadal pela 13.ª vez. “Estou a ter uma ótima temporada até agora e estou feliz por me poder qualificar para Londres. Não consegui jogar no ano passado devido a lesão por isso estou ansioso por poder voltar, em Novembro”, disse o espanhol, que lidera o ATP Race do London com 6915 pontos, quase três pontos a mais do que o segundo classificado (Roger Federer).

Com 43 vitórias e seis derrotas na presente temporada, Nadal regressou melhor do que nunca depois de um período conturbado de lesões. O espanhol venceu até agora os títulos em Barcelona, Monte-Carlo e Madrid, terminando a fase de torneios sobre a terra-batida com uma conquista histórica em Roland Garros.

Roger Federer é como já referido o segundo melhor classificado na corrida para Londres, seguido por Dominic Thiem, Stan Wawrinka e Alexander Averev. Novak Djokovic, Andy Murray e David Goffin completariam o grupo, caso o torneio fosse disputado já na próxima semana. Pablo Carreño-Busta, Jo-Wilfried Tsonga, Grigor Dimitrov e Kei Nishikori estão também entre os 12 primeiros da lista.

Sobre o autor
-

Licenciado em Jornalismo na Escola Superior de Comunicação Social, em Lisboa. Jornalista da GQ Portugal e colaborador do Bola Amarela desde novembro de 2011, pouco tempo depois de começar a seguir mais atentamente o mundo do ténis. Pretende nunca mais parar.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *