Wilander diz que Murray não pertence ao Big Four: «Há apenas Big Three»

Numa altura em que Rafael Nadal acaba de arrebatar o último torneio do Grand Slam, confirmando um ‘fifty-fifty’ com Roger Federer em provas da categoria máxima, Mats Wilander faz-se ouvir afirmando que entre os “grandes” não há lugar para Andy Murray.

“Não existe Big Four, apenas Big Three”, disse o antigo número um mundial ao La Tercera, quando foi questionado sobre se venceria algum dos elemento do Big Four caso os defrontasse. “O Murray não pode ser comparado aos outros três jogadores. O conceito de Big Four foi criado porque o Andy era o quarto jogador a alcançar as meias-finais, mas quem ganhava eram os outros três”, frisou Wilander, referindo-se a Federer, Nadal e Novak Djokovic.

“Portanto, não se pode colocar um jogador que venceu três Grand Slams ao lado de outro que ganhou 12, 15 e 19. A diferença é muito grande, há uma grande diferença entre o Murray e os outros jogadores do top 10”, disse o antigo jogador sueco ainda antes de Nadal ter conquistado o 16.º major em Nova Iorque.

“Mas voltando à questão inicial, não se pode comparar cenários tão diferentes. O Roger Federer é o melhor da história, mas se formos compará-lo com o vencedor do US Open 2035, o suíço não ganha. Não tem hipóteses. O jogo evoluiu de uma forma muito rápida. Por essa lógica, o Wilander de 1980 não conseguiria ganhar qualquer aos jogadores de hoje”, sublinhou Wilander.

Sobre o autor
- Artigo escrito ou editado pela equipa de redação.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *