Toni Nadal: «Rafa pode vencer mais torneios do Grand Slam»

Toni Nadal falou à ESPN e mostrou-se convencido de que o seu sobrinho Rafael Nadal pode ganhar um torneio do Grand Slam no próximo ano 2016.

“Não faria este trabalho se pensasse que o Rafa não podia ganhar mais torneios do Grand Slam” admitiu o treinador maiorquino.

“Ele pode ganhar na Austrália e também em Wimbledon. Nos últimos anos, tem perdido muito cedo em Londres, logo nas primeiras rondas. E seguramente pode vencer em Roland Garros. No ténis é preciso ter confiança para fazer as coisas. É impossível fazer algo sem isso. Não podes ganhar bons torneios se não acreditares que o podes fazer.”

O eterno treinador do Touro de Manacor explicou que o seu pupilo melhorou nos últimos meses um aspeto muito importante: a tranquilidade.

“Antes ele sabia o que tinha de fazer mas não conseguia fazê-lo quando estava no court. Agora já está a fazer bem as coisas e isso permite-lhe jogar bem.”

Quanto à temporada abaixo do esperado, Toni Nadal aceita que nem sempre as coisas corram como queremos.

“Na vida, as coisas nem sempre acontecem como queremos. No ténis é igual. Temos que aceitar que às vezes temos temporadas boas e às vezes temporadas más.”

As últimas exibições de Nadal têm agradado muito Toni Nadal, que está feliz com o rumo que o jogo do sobrinho vai tomando.

“Ele não esteve muito longe de derrotar o Federer em indoor, em Basileia, tendo o Roger jogado muito bem. Para nós, a vitória sobre o Murray, em Londres, foi muito importante porque se trata do número 2 do ranking e um tenista muito bom. Creio que o Rafa, nos últimos dois meses, tem jogado muito melhor do que no início do ano.”

Será que Toni acredita que Rafa pode chegar aos 17 títulos do Grand Slam de Federer ou mesmo ultrapassar essa fasquia?

“Não sei. Esperarei até ao início de 2016 para ver e aí pensarei nisso. Sei que o Rafa pode melhor e jogar num nível alto.”

No que respeita à árdua tarefa de bater Novak Djokovic, Toni explica o que pode Rafa fazer em 2016 quanto a esse objetivo.

“Tem de fazer o que tenta sempre no court todos os dias, jogar agressivo de fundo de court e tentar chegar à rede sempre que possível. Tem também de melhorar o seu serviço.”

 

Sobre o autor
- Desde os 12 anos praticante e adepto de ténis, fã indefectível de Rafael Nadal e de todos os tenistas portugueses. Licenciado em Direito pela Faculdade de Direito da UP. Membro da equipa Bola Amarela desde 2015.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *