Hewitt: «O Tomic está muito longe de voltar à equipa da Taça Davis…»

O regresso de Bernard Tomic aos grandes palcos parece estar longe de acontecer. O jovem australiano tem tido uma época de 2017 para esquecer, e figura agora apenas na 146ª posição do ranking mundial.

Após o Open da Austrália, Bernard Tomic causou alguma surpresa ao decidir não disputar a Taça Davis, para além de se ter separado da equipa de gestão de Lleyton Hewitt. O veterano australiano garante no entanto que a sua relação com Tomic continua bem, simplesmente não irá chamar tão cedo para uma eliminatória.

“A minha relação com ele [Tomic] está bem. Sempre esteve bem. Mas no inicio do ano ele decidiu não jogar a Taça Davis e depois, acho que as coisas se foram desencadeando para ele, e começou a ficar um pouco fora do controlo que teve impacto no jogo dele.”, confessou Hewitt ao The Age.

Mas não foi só o comportamento de Tomic que impactou a decisão do capitão australiano: “Também a sua falta de ritmo, e o ter de aguentar cinco sets, que é importantíssimo na Taça Davis. E agora, alguns destes tenistas da nova geração que tenho chamado e dado uma oportunidade, têm-na agarrado com as duas mãos. Por isso, quando ao Bernard [Tomic], estará sempre aberta a possibilidade dele voltar. Mas neste momento está muito longe de voltar à equipa da Taça Davis.”

 

Sobre o autor
-

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *