Del Potro poderá não voltar a jogar na Taça Davis

A heróica prestação de Juan Martín Del Potro na final da Taça Davis de 2016, diante da Croácia, poderá ter sido a última da Torre de Tandil em representação da sua seleção. O argentino de 28 anos, prestes a viajar para Portugal, diz que já fez o que tinha a fazer nessa competição.

“Sinto-me realizado com tudo o que fiz na Taça Davis. É um objetivo que se cumpriu em 2016 (quando a Argentina foi campeã) e agora persigo outros desafios em minha carreira, como o os próximos torneios de terra batida e a subida no ranking ATP”, confessou em conferência de imprensa em Buenos Aires.

Delpo falou ainda assim da seleção, que defronta o Cazaquistão, em Astana, no Playoff do Grupo Mundial. “Estamos habituados a jogar fora porque no ano passado vivemos essa situação e resolvemos, sendo campeões”.

Sobre o autor
- Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Jornalista do Jornal Record desde 2013. Entrou no Bola Amarela em 2008 e ainda por aqui está, a escrever sobre a modalidade que verdadeiramente o apaixona.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *