Taça Davis em 2017: mais de meio milhão de espetadores ao redor de 59 países

A França, capitaneada por Yannick Noah, consagrou-se campeã da edição de 2017 da Taça Davis e deu por terminado um jejum que já durava 16 anos. Aquela que é uma das maiores competições desportivas do planeta deu por concluído mais um ano bem-sucedido e que teve como cereja no topo do bolo uma das maiores afluências da história numa final. Nesta sexta-feira, divulgaram os números de balanço de toda a temporada.

Foram 125 nações que, ao longo dos últimos 11 meses, disputaram um total e 734 encontros ao redor de 59 países. Estes são alguns dos números que a organização da Taça Davis divulgou nesta sexta-feira através de comunicado, e que demonstram o tamanho desta competição história e que, mais do que talentos, move emoções por todo o mundo.

Este ano, o Stade Pierre Mauroy recebeu mais de 75 mil fãs ao longo dos três dias da final, o terceiro número mais alto de sempre, e que contribuiu para um total de 530 mil adeptos que, ao longo do ano, foram ver de perto a sua equipa aos estádios. A final, que colocou frente-a-frente a Bélgica e a França, foi seguida por 16,5 milhões de pessoa via transmissões televisivas.

Consulte o resto dos números no infográfico em baixo:

Sobre o autor
-

Licenciado em Jornalismo na Escola Superior de Comunicação Social, em Lisboa. Jornalista da GQ Portugal e colaborador do Bola Amarela desde novembro de 2011, pouco tempo depois de começar a seguir mais atentamente o mundo do ténis. Pretende nunca mais parar.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *