Sortes diferentes para os jogadores da casa em Memphis.

Kei Nishikori teve ontem de correr atrás do marcador para seguir rumo às meias-finais do Memphis Open, o primeiro torneio do ano realizado em solo norte-americano. O jogador nipónico, primeiro cabeça-de-série, derrotou o local Austin Krajicek em longas 2h10, pelos parciais de 4-6, 6-3 e 6-4.

Campeão em 2014 e 2013, Kei Nishikori não entrou bem no encontro e o norte-americano já havia ameaçada o break mais cedo na primeira partida, mas acabou por roubar um jogo de serviço apenas quando o seu oponente servia a 4-4, consumando a vantagem ao quinto set point. Contudo, com o público contra si, o quinto melhor jogador do planeta não se deixou intimidar e demorou apenas mais 35 minutos para forçar uma terceira partida, onde ainda perdeu uma vez o break de serviço antes de confirmar a vitória.

“Como é óbvio não joguei o meu melhor ténis, mas consegui vencer e isso tem muito significado. Acho que foi uma vitória bastante boa porque ele estava a jogar muito bem e a disparar muitos ases, algo de que eu não estava à espera”, disse Nishikori no final.

Por um lugar na sua 12.º final da carreira, o jogador de 25 anos vai ter pela frente outro jogador da casa com um serviço dominante: Sam Querrey. O 41.º ATP disputou ontem um encontro onde houve apenas uma oportunidade de quebra, salva, ao longo de 1h25 frente a John Isner, terceiro pré-designado. O resultado foi favorável a Querrey, que venceu 83% dos pontos disputados com o primeiro serviço, pelos parciais de 7-6(3) e 7-6(2).

Do outro lado do quadro, Donald Young e Kevin Anderson têm também encontro marcado. O gigante sul-africano arremessou ontem 16 ases na vitória, por 6-4 e 6-4, diante de Steve Johnson, ao passo que Young  bateu Bernard Tomic num encontro bastante disputado, com o resultado de 7-6(8), 4-6 e 7-5, em 2h14.

Sobre o autor
- Licenciado em Jornalismo na Escola Superior de Comunicação Social, em Lisboa. Jornalista da GQ Portugal e colaborador do Bola Amarela desde novembro de 2011, pouco tempo depois de começar a seguir mais atentamente o mundo do ténis. Pretende nunca mais parar.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *