Rafael Nadal: «Se o Zverev baixou os braços, o mérito foi meu»

O bom velho Rafael Nadal apareceu no court principal do Monte Carlo Country Club para fazer ver aos que não ficaram convencidos com a sua prestação na jornada de ontem, frente a Kyle Edmund, que um dia não são dias. Esta quinta-feira, venceu categoricamente o aniversariante Alexander Zverev, por duplo 6-1, e, perante os jornalistas, revelou-se um homem orgulhoso e confiante no seu jogo.

“Pensei que ia ser muito mais difícil, um grande teste para mim”, começou por dizer o maiorquino de 30 anos. “Mas eu joguei a um grande nível, muito melhor do que contra o Edmund. Joguei de forma mais agressiva, com mais intensidade. A minha direita manteve-se a um grande nível durante todo o encontro”, analisou Nadal, reivindicando para si o protagonismo do embate. “Não quero ser arrogante, mas se ele baixou os braços, o mérito foi meu”.

“Ontem, joguei bem, mas deixei que ele entrasse no encontro. Hoje joguei muito melhor, mais agressivo, não lhe dei hipóteses. Estou muito contente por ter dado um passo em frente, era disso que precisava. Se mantiver este nível, posso continuar a ganhar”, sublinhou o nove vezes campeão da prova Masters 1000.

Nadal tenta, de seguida, levar a melhor sobre o argentino Diego Schwartzman e marcar um eventual encontro com Novak Djokovic nas meias-finais.

Sobre o autor
-

Descobriu o que era isto das raquetes apenas na adolescência, mas a química foi tanta que a paixão se mantém assolapada até hoje. Pelo meio ficou uma licenciatura em Jornalismo na Escola Superior de Educação de Viseu e um Secundário dignamente enriquecido por cadernos cujas capas ostentavam recortes de jornais de Lleyton Hewitt. Entretanto ganhou (algum) juízo, um inexplicável fascínio por esquerdas paralelas a duas mãos e um lugar no Bola Amarela. A escrever por aqui desde dezembro de 2013.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *