Presidente da ITF insiste: «Os jogadores de topo vão jogar mais a Davis neste formato»

É uma das grandes polémicas da atualidade: a introdução do novo formato da Taça Davis, que se pode tornar numa espécie de campeonato do mundo de futebol, disputado no final da temporada. Apesar de haver quem seja a favor, o caso mais sonante é Rafa Nadal, há também quem seja claramente contra, com Lucas Pouille a ser o homem de maior destaque.

Para David Haggerty, Presidente do ITF, as mudanças que estão a ser pensadas poderão ser benéficas para atrair os jogadores mais cotados da classificação. “Se fosse sempre como no último fim-de-semana [embate entre Espanha e Alemanha], nós não precisávamos de mudar. Ver toda a paixão é excitante mas o nosso novo formato não vai mudar nada disso”, afirmou, garantindo que o evento contará com os melhores.

É um novo capítulo, uma evolução em que os jogadores de topo vão jogar. Vão estar presentes 18 equipas, acompanhadas pelos seus fãs e com três encontros garantidos. O mais importante para mim é colocar o ténis numa perspetiva global”, referiu em declarações ao jornal L’Equipe.

Haggerty garantiu ainda que a maioria dos atletas estão de acordo. “Falei com muitos jogadores e muitos estão com a ideia. Eles disseram que não querem jogar quatro semanas do ano. O nosso formato é apenas uma semana, com um prize money de 20 milhões de dólares, o que é significante”, confessou o Presidente. Recorde-se que a grande decisão vai ser tomada no próximo mês de agosto, por parte da direção do ITF.

Sobre o autor
- Artigo escrito ou editado pela equipa de redação.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *