Nik Kyrgios voltou a fazer estragos num court de ténis contra um grande nome do desporto. Três dias depois de ter disputado no Estoril a sua primeira final no circuito profisisonal, o jovem australiano eliminou hoje Roger Federer rumo aos oitavos-de-final do Mutua Madrid Open depois de um encontro que testou a capacidade física de ambos os jogadores. Feliciano Lopez e Richard Gasquet também foram eliminados.

Os parciais não poderiam ter sido mais equilibrados: Nick Kyrgios derrotou Roger Federer por 6-7(1), 7-6(5) e 7-6(12). O número 35 do mundo esteve ainda a perder por um set e um break mas deu a volta ao marcador de forma incrível, salvando dois match points pelo caminho e precisando de seis para dar por concluído um encontro de 2h39.

“Antes do encontro nem me sentia nervoso”, comentou Kyrgios, “estava apenas entusiasmado para ir para o court. Tenho jogado bem em terra-batida, por isso sabia que tinha boas hipóteses de me apresentar a um bom nível. Impus o meu jogo, servi bem e consegui a vitória”

Kyrgios junta-se ao clube de jogadores – onde já estavam Mario Ancic, Tomas Berdych, Novak Djokovic e Juan Martin del  Potro – a bater Roger Federer e Rafael Nadal com menos de 20 anos. Segue-se John Isner por um lugar nos “quartos”.

Menos sorte tiveram as restantes vedetas do torneio, Richard Gasquet e Feliciano Lopez. O jogador espanhol continua a ter dificuldades em afirmar o seu jogo sobre o pó-de-tijolo e caiu perante Leo Mayer, por 7-6(3) e7-6(6), quanto Gasquet voltou a conhecer o sabor da derrota frente ao favorito Tomas Berdych, que marcou encontro com Jo-Wilfried Tsonga após conseguir o resultado de 7-6(3) e 7-5

Armada espanhola não desilude o público local

Rafael Nadal, David Ferrer, Fernando Verdasco, Roberto Bautista-Agut e Marcel Granollers. A jornada desta quarta-feira esteve recheada de talentos nacionais em court e nenhum deles desiludiu os fas nas bancadas a começar pelo antigo número um do mundo, que fez cair Steve Johnson por 6-4 e 6-3.

Nadal, que busca o ‘penta’ em Madrid, não perdeu jogos de serviço e venceu os últimos quatro jogos do encontro rumo a um confronto com Simone Bolelli. David Ferrer não esteve mais do que 80 minutos em court e livrou-se de Albert Ramos por 6-4 e 6-0, ficando em rota de colusão com Fernando Verdasco, que surpreendeu Marin Cilic por 6-7(5), 7-6(5) e 6-3 em 2h29

Roberto Bautista Agut (d. Sam Querrey 7-5 6-4) e Marcel Granollers (d. Gael Monfils 7-6(6), 6-7(9) 6-4) são os restantes vencedores da armada espanhola.

Sobre o autor
- Licenciado em Jornalismo na Escola Superior de Comunicação Social, em Lisboa. Jornalista da GQ Portugal e colaborador do Bola Amarela desde novembro de 2011, pouco tempo depois de começar a seguir mais atentamente o mundo do ténis. Pretende nunca mais parar.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *